Mais uma HQ que quando você termina de ler, na hora você pensa: o que a HBO está fazendo que não comprou os direitos desse Quadrinho pra fazer uma serie! Já está tudo ali! Ação, traição, reviravoltas e muita violência!

Mais uma pérola da VERTIGO que passou batido pra muita gente que comprava o mix, mas só passava o olho rápido ou nem dava bola pra outras histórias além de Constantine.

Considerada a “família Soprano indígena”, Escalpo mostra a história de Dash Cavalo Ruim, um descendente indígena da tribo Oglala Lakota, que abandonou a reserva ainda quando adolescente por não suportar a sua mãe que era uma ativista radical, que o arrastava pra todo tipo de loucura que criança nenhuma devia participar.

Dash seguiu sua vida fora da reserva, cresceu, entrou no exército e logo após pedir baixa do serviço militar, ele entra para polícia e acaba no esquadrão de agentes infiltrados. E como se fosse obra do destino 15 anos depois ele retorna pra sua antiga reserva, com a missão de se infiltrar na organização mafiosa chefiada por um antigo braço direito de sua mãe Lincoln Corvo Vermelho.


Chefe de um cassino dentro da reserva Rosa Pradaria, Lincoln Corvo Vermelho está envolvido em todo tipo de operações ilícitas que acontecem naquele território. Além de chefiar a máfia da região, ele ainda tem um em debito com a tríade, uma facção da máfia chinesa que emprestou milhões para Lincoln erguer seu cassino. Além desses problemas, Corvo Vermelho ainda tem o FBI no seu encalço por um crime que ocorreu anos atrás quando ele e Gina Cavalo Ruim (mãe de Dash) se envolveram em um tiroteio com alguns agentes corruptos do FBI. E é ai que Dash entra!

Como membro indígena de Rosa Pradaria, e filho de uma das personalidades mais importantes da reserva, sua missão é chegar o mais perto possível de Lincoln e conseguir provas concretas do tráfico e corrupção que rola dentro de seu cassino, mas principalmente ligar Corvo Vermelho ao assassinatos dos agentes do FBI. No entanto, as coisas não serão tão fáceis para Dash.


Por que seu chefe no departamento não é, nada mais nada menos que um dos parceiros dos agentes mortos dentro da reserva. E ele coloca Dash em um jogo arriscado de chantagem e violência, pra tentar de todas as formas capturar Lincoln ou Gina. É com esse enredo de filme de máfia italiana que nós somos fisgados por essa HQ fantástica.

Esse foi o tipo de quadrinho que assim que eu terminei de ler, me veio uma tristeza por ter terminado algo tão legal, e que não ai ter uma continuação. Mesma sensação que eu tive ao terminar a série Família Sopranos, que como eu disse no começo do texto se assemelha muito à HQ.
Não dá pra falar mais dessa obra sem entrar na zona de spoiler, mas fica a minha recomendação, pra quem não conhece, ir atrás, e pra quem já leu, ler de novo.