No quarto volume vemos o desfecho dos acontecimentos do 5º laboratório. Devido aos ferimentos da batalha e o mau funcionamento do seu automail, Ed é internado e Winry é chamada para reparar a prótese do alquimista de Aço. Ao mesmo tempo Alfonse se vê preso em pensamento devido às palavras do inimigo que enfrentou no laboratório sugerindo que ele não passava de uma alma criada por seu irmão e com memorias implantadas.

Em contra partida temos o pessoal do exercito que começa a perceber que algo ou alguém está em movimento, tramando algo que pode não só levar à ruina do exército, mas também do país como um todo. Este ponto marca um momento muito importante da história, com uma das perdas mais significativas e tristes de toda obra.

screenshot_20161028-182413

No final do volume é mostrado um rápido flashback do passado do Scar, e quando o mesmo desperta, descobre que esta em uma favela de refugiados de Ishval nos arredores de East city.

O volume está muito bom, a história avança em um ritmo agradável, nem muito corrido nem muito rápido. Esse volume tem uma carga emocional muito forte por vários personagens, desde Al com suas incertezas e medos de que tudo aquilo que ele acredita ou conhece ser falso, a Ed e o medo de ser odiado pelo seu irmão por aquilo que ele causou a ambos. Mas o que mais marca nesse volume é a perda de um personagem, que não era só um dos mais carismáticos da serie, mas um personagem de suma importância para o desenvolvimento de um outro. Garanto que não será a ultima vez que veremos esse personagem na história, e sua morte ainda vai repercutir muito!

fma04