capa.jpg


 

Trago para vocês um mangá com uma arte fenomenal, riquíssimo em detalhes, cheio de reviravoltas e de cenas que vão fazer vocês dormirem de luz acesas por uns dias (brincadeira não chega a tanto não). Hideout, de Masasumi Kakisaki. O Brasil já recebeu duas obras do Kakisaki-sensei, Hideout pela editora Panini e Green Blood pela Jbc e ambas são muito boas. Talvez seus roteiros não sejam dos mais originais e espetaculares, porém a arte é espetacular, tão detalhada que por vezes eu achei que estava olhando fotos no lugar de desenhos.

Hideout conta a história do senhor Kirishima e sua esposa Miki, aparentemente eles estão de férias em uma ilha paradisíaca do Japão, mas o clima é tenso. Logo de cara nota-se um desconforto entre o casal, e Miki parece destratar e menosprezar o marido, mas tudo que o senhor Kirishima quer é um recomeço para sua vida. Os moradores da ilha contam que na montanha da ilha há uma cachoeira a qual quando visitada por casais, traz a eles felicidade e prosperidade, e o senhor Kirishima propõem a Miki ir ate lá para assim poderem “recomeçar”.

hideout.jpg

No meio do caminho, em meio a uma tempestade, e a várias discussões e indiretas de Miki, o carro acaba enguiçando e eles têm que caminhar até encontrarem ajuda (aquele básico clichê de filme de terror). A partir daí as reviravoltas começam, quando o Senhor Kirishima, ataca sua mulher com a intensão de matá-la e deposita nela a culpa pela morte de alguém. Fugindo do marido ela entra em uma caverna e ele a segue, e é dentro dessa caverna que a história se desenrola e nosso casalzinho nada amoroso vai descobrir que eles não estão a sós e que a caverna é habitada por algo ou alguém mais perigoso que o ódio do Kirishima para com sua mulher.

Com o decorrer dos capítulos, vamos conhecendo mais a fundo a vida do Kirishima, e os acontecimentos que o levaram ao ponto de querer matar a própria esposa. E eu garanto, o trauma que ele sofreu foi grande, e é algo tão real e presente em nossas vidas que faz você ter duvida se os atos dele são justificados ou não.

maxresdefault

Hideout é um seinen completo em um único volume, mas com um final digno de uma boa história de terror/suspense. Possui um ritmo frenético, mesclando os flashbacks com os acontecimentos do tempo atual da história. Com uma arte de deixar você parado alguns segundo a mais, só contemplando as cenas e com uma narrativa sem enrolações sendo direta e objetiva naquilo que ela se propõe a contar.

Lançado aqui em terras brasileiras no começo de 2014 pela editora Panini, em um formato mais luxuoso, em comparação a outros títulos da editora, Hideout é um excelente mangá pra quem curte uma ótima história, seja ele fã de mangás ou não.