O Imortal Punho de Ferro.jpg

Criado na década de 70, devido à grande popularidade dos filmes de artes marciais, Punho de Ferro é um personagem intrigante, que se ainda não te conquistou, logo irá, seja pela excelente história do encadernado que está nas bancas ou pela vindoura série solo na rede de streaming Netflix.

Danny Rand é um milionário órfão que perdeu seus pais durante uma viagem em busca da lendária cidade chamada K’un-Lun. Seu pai caiu à beira de uma montanha (e seu sócio e amigo se recusou a ajudá-lo para poder obter a empresa para si), e sua mãe morreu protegendo o garoto de lobos famintos. Enfim, Danny encontra a cidade, é treinado e se torna o Punho de Ferro.

O encadernado que reúne as edições 1 a 6 de The Immortal Iron Fist lançado em 2007, explora e expande de forma excelente a mitologia do Punho de Ferro.

A história situa-se após os acontecimentos da Guerra Civil, e claramente, Danny é um dos heróis sem registro. Além disso, ele também está lidando com sua empresa a Corporação Rand.

No início da hq, vemos Rand e seu consultor serem abordados por uma empresa chinesa que tem a intenção de fazer um grande projeto, Danny se recusa a fazer negócios com eles, com a desconfiança de que a empresa possua fins nefastos. Para ter certeza, ele como Punho de Ferro vai investigar, e descobre que não só estava certo, como a empresa é uma fachada para a Hidra. Agora, Danny tem que lidar com essa empresa tentando engolir a sua, ao mesmo tempo que lida com a Hidra.

Paralelo a isso, o quadrinho também vai apresentando em seu decorrer a história dos antigos Punho de Ferro, mas precisamente a de Orson Randall, antecessor imediato de Danny. O roteiro vai explorando através dele, coisas nunca antes contadas sobre K’un-Lun, assim como explica qual era o motivo do interesse do pai de Danny na cidade mística. Orson teve um passado muito sangrento, e é bem interessante ver os flashbacks e como ele utiliza suas habilidades. Ele também detém o lendário Livro do Punho de Ferro, onde está todo o legado dos antecessores. Orson decide que vai passar o livro para Danny Rand, a fim de ajudá-lo no que está por vir.

Obviamente ambos os arcos vão se interligando na trama, culminando na aparição de Davos, o Serpente de Aço, um inimigo e rival de Rand. Além disso, outros personagens característicos da época dos Heróis de Aluguel fazem suas aparições especiais neste encadernado como Luke Cage, Misty Knight e Collen Wing.

O encadernado finaliza com grandes ganchos a serem desenvolvidos, sendo um deles o Punho de Ferro rumo ao Torneio das Cidades Celestiais para lutar pela honra de K’un-Lun e a busca pelo seu amigo leal que foi levado pela Hidra.

Ed Brubacker e Matt Fraction entregam um roteiro repleto de ação e mitologia, enquanto David Aja manda muito bem com os desenhos que se encaixam perfeitamente na trama. Obviamente muitas coisas ficaram de fora desta resenha, pois Brubacker e Fraction expandem com qualidade a mitologia do Punho de Ferro. Agora é esperar o volume dois desta obra de arte.